ELITE SOLDAS E ROBÓTICA

Fone: +55 (31) 3358.4700  

Rua Pedro I, 30, Água Branca | 32371-460 Contagem | MG | Brasil

Visite nossa Loja online

e adquira seu produto: 

www.elitemaquinas.com.br

  • Facebook Social Icon
  • YouTube ícone social
  • Instagram ícone social
  • LinkedIn ícone social

Desafios da Indústria 4.0 no Brasil

September 18, 2018

 

A quarta revolução industrial, a chamada Indústria 4.0, já é uma realidade em todo o mundo, inclusive no Brasil. Por aqui, há muitos desafios que ainda devem ser vencidos para a franca implementação desse modelo. Apesar de o país ter um grande parque industrial, ele gera apenas 11% do PIB.

 

Há 30 anos a produção industrial no Brasil correspondia a 20% do PIB. Essa queda na participação do PIB não corresponde a apenas uma diminuição do volume de produção. Mesmo que o Brasil tenha se tornado um dos principais players da indústria automotiva, nos últimos anos, o que acabou expandindo o ecossistema de fornecedores, entre 2006 e 2016 a produção industrial recuou cerca de 7%.

 

Um dos fatores apontados por economistas foi o aumento da entrada de produtos importados mais baratos, que se intensificou após a Crise Internacional de 2009. Este movimento acabou penalizando a indústria nacional. Embora a automatização dos processos  já seja uma realidade, este setor evoluiu muito pouco, se comparado ao mercado internacional, em termos de maquinário, pessoal e conceitos de produção.

 

Ao mesmo tempo outros ramos de negócio ganharam mais força. No Brasil a agropecuária e extração de minerais têm grande impacto no PIB. E apesar de esses setores terem evoluído com maquinários mais sofisticados, ainda estão longe de adotar um modelo capaz de combinar Automação, Inteligência Artificial e Big Data.

 

Ou seja, somos muito bons no primeiro passo do processo da produção, que é o fornecimento de insumos que servirá para a fabricação em outros mercados. Eles irão retornar como produtos acabados o que impacta na indústria local.

 

Esses fatores fizeram com que o Brasil despencasse no Índice Global de Inovação, onde figuramos na posição de número 69. Para se ter uma ideia temos menos da metade da pontuação do líder, a Suíça. Também caímos no Índice Global de Competitividade. Em 2010, o Brasil figurava na quinta posição. Em 2016 retrocedeu para a 29ª.

 

Todos esses fatores impactam no desenvolvimento da indústria brasileira, mas não significa que ela não pode ir além. A entrada na Indústria 4.0 é um caminho sem volta e necessária para devolver a competitividade.

 

Para isso é necessário, o desenvolvimento de gestões eficientes e modernas. Investimentos planejados e assertivos em processos de automatização, big data e Internet das coisas.

 

A indústria no Brasil precisa entender que estamos em um novo tempo e que novos modelos de produção são mais que necessários para melhorar a produtividade, aumentar a rentabilidade e manter a competitividade em um mercado cada vez mais  global.

 

O seu negócio já está se preparando para essas mudanças?

 

Veja como a Elite Soldas e Robótica pode ajudar você: CLIQUE AQUI

 

Veja como a Elite Soldas e Robótica pode ajudar a sua empresa nesse processo!  

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Featured Posts

Quais são os principais tipos de robô industrial?

March 14, 2018

1/6
Please reload

Recent Posts
Please reload

Archive