Rua Pedro I, nº 30, Água Branca | Contagem - MG +55 (31) 3358.4700
Login

O nosso site utiliza Cookies, os quais são necessários para seu funcionamento e para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando você concorda com nosso Termos de Uso e Política de Privacidade.

ACEITAR E FECHAR

Blog

Confira as novidades da Elite

Quais empresas podem ter o robô de solda e de manipulação?

Quais empresas podem ter o robô de solda e de manipulação?

Muitas empresas têm dúvidas se o tipo de produto que fabricam pode ou não ser feito com ajuda de robôs de solda ou de manipulação ou ainda, se empresas de pequeno porte tem condições de adquirir. Uma das perguntas que mais ouvimos é: - Robôs são caros?

Tanto os robôs de solda quanto os robôs de manipulação têm objetivo de fazer o trabalho seriado e repetitivo, substituindo assim, trabalhos improdutivos, inseguros e insalubres. Ao contrário do que muitos pensam, os robôs não trabalham apenas com peças pequenas, no caso de robôs de soldagem por exemplo, eles podem ser montados em uma estrutura de trilhos, para ampliar seu raio de atuação permitindo executar soldas em peças muito grandes, como carrocerias de caminhão, tanques, vagões de locomotiva e até plataformas de navio.

Outro mito é que os robôs só conseguem soldar peças gabaritadas, onde a junta de solda precisa ter precisão exata. Alguns robôs de solda, como por exemplo o sistema Tawers Panasonic, possuem um recurso de toque para identificar a junta e, após identificada, o robô acompanha a junta de solda por meio de imagem, de laser ou de monitoramento de corrente.

Quanto aos robôs de manipulação, já existem no mercado robôs com capacidade de payload de 800 Kg e com raio de alcance acima de 3 metros. Além disso muitas vezes, ao invés de manipular a peça, o robô pode manipular a ferramenta, simplificando o trabalho.

Tem dúvidas sobre robótica industrial ou industria 4.0? Pergunte-nos.

 

Willian Oliveira

Diretor comercial

Elite Soldas e Robótica

 

Imagem da evolução: Powermig